domingo, março 05, 2006

Por uma vez gostaria de encontrar pessoas modestas, pessoas com quem eu me pudesse sentar, no chão de preferência, abandonado e sem ter que manter nenhuma pose. Alguém com quem falar de pássaros e de sol, sem ter de ser profundo ou engraçado. Pessoas com quem ter uma conversa modesta, uma amizade modesta, tudo nada de especial mas, mesmo assim, tudo simples e seguro.

6 comentários:

Lyra disse...

desejo-o tantas vezes! e parece tão dificil. a simplicidade parece tão dificil.

Maria Heli disse...

subscrevo, palavra por palavra, meu querido blogamigo!

Folha de Chá disse...

A beleza da simplicidade. Também gosto.

Anónimo disse...

as pessoas modestas, de tão reais que são, tocam as raias do monocordico, do não imaginativo, enfim da chatisse...
para isso vou para um prado olhar para a paisagem!!

Elipse disse...

ora aqui estou, sentada no chão, para te ouvir...

cinda disse...

Também eu!
Pergunto-me muitas vezes por que terá o Homem tanta necessidade de complicar o simples.