domingo, outubro 30, 2005

Porque sou membro da Amnistia Internacional

A minha ex-mulher chamou-me a atenção para isto:
é a única organização que defende e apoia aqueles que não se limitaram a ser simplesmente vítimas, mas que disseram não e actuaram de acordo com as suas palavras.

(à memória de Ingrid Betancourt, referida no Divas & Contrabaixos)

1 comentário:

Vitor Mota disse...

Rui, fizeste-me lembrar que estou com cotas em atraso!
Um abraço