domingo, junho 19, 2005

Não é o privado que é bom?

Tem sido dito: os funcionários públicos são uns priviligiados, têm um nível muito superior de salários e protecção social comparativamente a uma pessoa com a mesma formação no sector privado.
E eu não compreendo.
Então não é o privado que paga tão bem e dá tão boas condições que os mesmos que dizem o que atrás escrevi defendem que se deviam aumentar os salários no sector público para conseguir atrair os bons profissionais desse mesmo privado?

Tem sido dito: a qualidade dos serviços públicos é má.
E continuo sem compreender.
Tenho várias ligações como utente e como cliente com privados e garanto-vos: sou ali tão ou mais maltratado do que com entidades públicas - telefones nunca atendidos, reclamações nunca respondidas, vigarices das mais variadas e em relação às quais estou completamente indefeso ao contrário de com as entidades públicas, demoras absolutamente injustificadas, incompetências gritantes e desesperantes, e mais, mais... serei o único a quem estas coisas acontecem? Porque é que mais ninguém fala disto?

3 comentários:

Manicura disse...

Tanto o público como o privado têm vantagens. Talvez em alguns aspectos o publico tenha mais.

Rui quero agradecer a tua visita.
obrigado

CrazyJo disse...

Se calhar ninguém fala nisto por... vergonha!

É que tudo o que é privado e tem correspondente no público é pago e bem pago! E o facto de poderes recorrer ao privado, sabendo que existe o mesmo serviço público, poderá ter um impacto social de um certo... "status"...

No entanto, nem sempre o dinheiro justifica as diferenças no atendimento!...

Mas mais revoltante, ainda, é verificares que: a MESMA pessoa, que desempenha a MESMA função no público e no privado, tem comportamentos e posturas completamente diferentes, consoante está no público ou no privado...

Beijitos, J. (the Crazy-One)

Manicura disse...

Passei só para te cumprimentar.