domingo, setembro 18, 2005

Mudei de casa. Vim para a Costa da Caparica. Da minha casa vejo um céu imenso, tornado esmagador quando correm por ele as nuvens. Vejo o mar, a foz do Tejo e a outra costa, de Cascais a Lisboa. E o sol, jorros infindos de luz. Uma paisagem fabulosa.

4 comentários:

Lyra disse...

olá vizinho :))

Lilly Rose disse...

gosto de certos recantos da Costa da Caparica, e agora nem te sei dizer os nomes pq faz tempo que lá não vou (em 2000 deixei Lx e os fds na Costa). mas no auge do Verão ou naqueles fins de semana em que os lisboetas fazem peregrinação ao deus sol, continuavam a ser sítios calmos.

Rui disse...

A sério, Lyra? Assim, a luz da Costa, bela até mais não, parece menos dura. Assim seja: olá vizinha!

Rui disse...

Quase nada consegue estragar a beleza da Costa, Lilly. Infelizmente temos o quase. Há uma mancha que paira oleosa no Verão: os cheiros que nem o mar, nem o vento, nem as gaivotas conseguem varrer (carvão primeiro, churrascos depois, lixo, esgotos, que tristeza e que sufoco!)