sábado, agosto 14, 2010

Tal Ben-Shahar - My Best Career Advice

Tal Ben-Shahar

Question: What is the best career advice you've ever received?

Tal Ben Shahar: The best advice that I got was from my philosophy teacher, Ohad Kamin.
After graduating from college and feeling very lost, I went to him, and his advice was:
"Tal, think about the things that you want to do and write them down. Then look at these things and identify the things that you really want to do, and write these down. And from those things, identify the things that you really, really want to do, and then go ahead and do it".
You know, life is short. We don't have that much time. And it's too short to do what we feel that we have to do; it's barely long enough to do what we want to do.


(via)

Vivi quase toda a minha vida dominado pelo medo dos outros, procurando não ir muito contra o que os outros queriam de mim; quando não correspondia ao esperado era por ter ainda mais medo de outra coisa qualquer. Em suma, fui sempre aceitando o que os outros decidiam muito mais do que fui impondo a minha vontade ou as minhas preferências.

Confesso que tenho de agradecer a Jorge Pedreira, secretário de estado da educação, o início de uma orientação diferente para a minha vida. Em Dezembro de 2008, ele apareceu na televisão com ameaças aos professores. Para mim, era a gota de água numa vida mergulhada no medo, numa vida delineada pelo medo, numa vida controlada pelo medo. O que aconteceu naquele momento foi ter percebido que, com aquelas ameaças, Jorge Pedreira me estava a impedir de escolher em liberdade e que eu não podia, dum ponto de vista ético, fazer mais nada senão desobedecer-lhe. A verdade é que, logo a seguir, agonizei com o medo. Só que de repente fiquei farto de toda uma vida "agonizada" no medo. E, silenciosamente, com uma raiva absoluta, tomei a decisão de lutar com todas as minhas forças para que nunca mais as escolhas da minha vida viessem a ser condicionadas pelo medo.

Tem sido um caminho difícil, construído com muitas inseguranças e com muita ansiedade. Mas tenho alguém ao meu lado que me apoia a cem por cento neste meu crescimento, pelo que também tem sido um caminho extremamente compensador, não há palavras para o descrever. Sei que já tenho 52 anos e que é um pouco tarde para recomeçar tudo de novo, para eu começar a fazer as coisas que realmente quero fazer no tempo de vida que me resta... ah, mas só o estar neste caminho, só o tentar já vale tanto a pena que jamais irei recuar neste meu propósito.

Ontem, ao dar com o site onde Tal Ben-Shahar aparece a dizer o que pus no início, acabei a concordar com ele com toda a força da minha alma!

1 comentário:

Anónimo disse...


3##$$ Cialis ^^&& [url=http://www.cialis.gd]Cialis sfsd [/url]http://www.cialis.gd **//
(()) Viagra *&&^ [url=http://www.viagra.gd]viagra online without prescription[/url] **//* http://www.viagra.gd (())g