sexta-feira, setembro 03, 2010

Vergílio Ferreira - Professor, apesar de...


O meu amigo Méon, sabendo que Vergílio Ferreira é o meu escritor preferido (na verdade, é muito, muito mais do que uma simples preferência), ofereceu-me este livro interessantíssimo.

A capa é fabulosa. A imagem aqui não lhe faz a devida justiça. A fotografia perfeita de um Vergílio Ferreira sereno e pensativo; uma antiga caneta de tinta permanente aberta sobre uma página, presumivelmente escrita pelo próprio; tudo isto compondo uma imagem que suscita uma enorme comoção. Tudo nimbado por um tom a meio caminho entre o sépia e o rosa. A contracapa é o natural complemento: livros. De tal maneira tudo isto está perfeito que olho para este livro como contemplo uma obra de arte; há muito tempo que isto não me acontecia.

Vou a meio da sua leitura. É um livro para múltiplas leituras. Relevo aqui duas:
- Para mim esta tem sido a mais marcante: o reencontro com o escritor com quem estava habituado a "dialogar" durante a sua vida, obra após obra.
- Mas, igualmente estimulante, acompanhando a forma sofrida e reflectida como Vergílio Ferreira viveu a profissão de professor (que ele não amou), e o modo como Maria Almira Soares nos guia nessa descoberta e nesse conhecimento, somos levados a (re)pensar esta profissão, e a repensarmo-nos nela.

Tenho tomado imensas notas, em resposta a tanta coisa que é referida por Maria Almira Soares neste seu trabalho, que inclui numerosos inéditos do escritor. Se achar que algumas dessas notas poderão ser interessantes de registo, voltarei aqui.

Mas não tenho dúvidas em afirmar: trata-se de um excelente livro - para ser manuseado, para ser contemplado, para ser lido, para ser relido. Obrigado, Méon!

5 comentários:

Méon, disse...

Eu SABIA que ias gostar e fico feliz pela confirmação, meu caro Rui.

Tenho pelo V F uma enorme admiração, também. Acabo de reler algumas páginas do "Até ao Fim" e renovei a comoção da descoberta deste livro impressionante, tal como me aconteceu tb com o "Para Sempre".
Tu vieste recordar-me que é preciso ir revisitando este portentoso escritor...

Rui disse...

Caro Méon,

Tenho de confessar que este livro está a "deixar marca". Até sobre educação VF era um pensador vivo e lúcido. Leia-se o post que ponho hoje. Brilhante!
Mais uma vez obrigado pela oferta!

Um abraço amigo!

Anónimo disse...

Que porcaria nem um livro sabes escrever vai mas é durmir

Anónimo disse...

Tou ca ha pouco tempo e "conheço" vergilio Ferreira há bastante pouco tempo,mas tou a adorar todos os seus livros,ando na escola e a minha stora pediu para fazer uma biografia de vergilioferreira e estou encantada.todas os livros parecem historias reais consegue-se viver o livro com muita emoçao.
PARABENS

Rui disse...

Fico contente com esse encantamento.
A mim, Vergílio Ferreira deu-me formas de dizer coisas que eu sentia mas que nunca tinha sido capaz de pôr em palavras. Também foi e continua a ser um encantamento!
Obrigado pelo comentário!