segunda-feira, setembro 22, 2008

As probabilidades do amor

Alan Brogan e Irene Kinnair, depois de conviverem alguns meses no mesmo orfanato, estiveram separados 45 anos, mas conseguiram encontrar-se de novo e casaram-se. Confesso: histórias assim comovem-me mesmo.
Para todos os que não acreditam que estas coisas lhes possam acontecer, pelo menos...

Don't Be Shy!



Cat Stevens

Don't be shy just let your feelings roll on by
Don't wear fear or nobody will know you're there
Just lift your head, and let your feelings out instead
And don't be shy, just let your feeling roll on by
On by

You know love is better than a song
Love is where all of us belong
So don't be shy just let your feelings roll on by
Don't wear fear or nobody will know you're there
You're there

Don't be shy just let your feelings roll on by
Don't wear fear or nobody will know you're there
Just lift your head, and let your feelings out instead
And don't be shy, just let your feeling roll on by

3 comentários:

Anónimo disse...

quanto mais imprevisto, inesperado, impossivel, exótico, repentino, inopinado é o amor, mais ele é amor para quase toda a vida...

Rui disse...

Caro anónimo,
Gostaria sinceramente de saber se o que disse é: uma vivência sua, ou uma constatação de um facto observado por si, ou simplesmente uma esperança, um desejo?
Obrigado.

Anónimo disse...

fruto de várias, poucas mas longas, experiências adjectivadas e concretizadas...